Brasília é nossa Bastilha:

image

O que são uns vidros quebrados e alguns prédios queimados frente á violência sistêmica praticada contra nós pela classe político-corporativa?

Ontem, Brasília, a nossa Bastilha, esteve em chamas. E hoje voltamos a afirmar: quebraram foi pouco. Bom seria se os próprios parlamentares, representantes institucionais do Capital parasitário e do caldeirão da corrupção, sentissem na carne o vigor jovial da violência popular. Haveria choro da mídia, haveria ranger de dentes entre a direita reacionária. Mas o Povo, mesmo que muito parcialmente, estaria sendo vingado. No entanto, já é de bom tamanho que tenham sentido um doloroso frio na espinha com o turbilhão de destruição bem no meio de seu quintal.

E eis que surge um horizonte de ação. As reformas/medidas anti-Povo e anti-Pátria da cleptocracia #Temer passam no Congresso com facilidade. A Rede Globo apóia. Os governos estaduais também. Os empresários nem se fala. Os banqueiros vão ao êxtase. A população trabalhadora, por outro lado, a ponto de ser escravizada, segue com a corda no pescoço. E então fica claro que a única maneira de responder a uma tal violência unilateral é através da mobilização de massas em longo prazo e, inevitavelmente, através do recurso da justa violência, aquela violência justa, salvífica e legítima, lançada mão pelo Povo contra um estado permanente e prolongado de tirania.

É colocar os políticos e seus sequazes contra a parede diariamente! É impedir votações! É barrar as reformas anti-Povo!

Brasília, este território artificial, deve ser queimado. Todo e qualquer processo revolucionário deve começar por ali. Ali é ondem residem uma parcela gigante do principais inimigos da nossa Pátria.

Não sejamos vacilantes.

“A verdadeira violência demonstra, no primeiro plano, o orgulho do homem livre” (Georges Sorel).

LIBERDADE! JUSTIÇA! REVOLUÇÃO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s